Postagens

Pedro Sousa e o bandaleon -Por Giovani Costa

Imagem
Em Várzea Alegre já aconteceu de tudo um pouco.
No começo dos anos 70 apareceu por aqui um argentino.
O argentino trazia com ele um bandaleon, instrumento típico dos Pampas e da Argentina.
O argentino achava que só ele sabia tocar aquele desconhecido instrumento e fez o seguinte desafio:
Quem conseguisse tocar aquele instrumento esquisito ele daria Cr$200,00 ( duzentos cruzeiros), um bom prêmio.
Marcou um local e um horário para a apresentação dos candidatos, mas na hora não apareceu ninguém.
No outro dia, bem cedo, apareceu no hotel Centenário, onde o argentino estava hospedado, o sanfoneiro e músico Pedro Soua.
Pedro pediu para que lhe apresentassem o tal argentino.
Quando este apareceu, pediu ao mesmo para conhecer o tal instrumento.
Quando o argentino trouxe, Pedro Sousa 'arrastou'  o fole e tocou a música que lhe foi pedida, para espanto de todos.
Perguntado porque não aceitou o desafio, Pedro Sousa disse:
Porque depois ele não ia dar esse prêmio e iria ter confusão, mas …

Invasão e resistência- Os 90 anos da derrota de Lampião no confronto com o povo de Mossoró - Massilon Leite e a tomada de Apodi -Parte II

Imagem
INVASÃO E RESISTÊNCIA - OS 90 ANOS DA DERROTA DE LAMPIÃO NO CONFRONTO COM O POVO DE MOSSORÓ – MASSILON LEITE E A TOMADA DE APODI - PARTE II
Por José de Paiva Rebouças

Massilon e seu bando entraram em Apodi por volta das quatro horas da manhã do dia 10 de junho de 1927. Com tiros e algazarras espalharam o terror. Atacaram prédios importantes e estratégicos como o telégrafo e a cadeia pública, onde prenderam os praças e roubaram as armas.

Segundo o pesquisador Geraldo Maia os cangaceiros levaram uma lista de tarefas indicando o castigo de cada uma das futuras vítimas executar o presidente da Intendência Municipal, Francisco Ferreira Pinto (Chico Pinto) e o capitão Jacinto Tavares, espancar e cortar a orelha do comerciante Luiz Leite e saquear as fazendas de Luiz Sulpino e Benvenuto Laurindo.

Sérgio Dantas explica que os cangaceiros tinham à mão uma lista, escrita a lápis, com nomes dos alvos. O mais importante era o intendente Chico Pinto, seguido pelo capitão Jacinto Tavares e os comer…

DEUS -AGLA HORUS

Imagem
Deus

Desde os tempos primordiais o homem acreditou em algo superior, transcendental, algo que ele pudesse divinizar, não importando que fosse uma idéia personificada ou não de Deus. Aquilo que o homem não conseguia assimilar ou compreender ele atribuía a um poder superior, conforme a sua concepção. Desse modo é que surgiram as divindades dos povos, tanto as boas quanto as más (demônios). Assim, ao longo do tempo, foram adorados deuses, anjos, demiurgos, demônios a espíritos, correspondentes às mentalidades dos povos em questão, sem que fosse levado em conta o fato de terem vivido efetivamente ou só na imaginação das pessoas. Quanto mais se desenvolvia. intelectualmente a humanidade, tanto menos as pessoas procuravam imagens divinas, principalmente quando, com ajuda da ciência, foram sendo explicados muitos fenômenos antigamente atribuídos aos deuses. Precisaríamos escrever muitas obras se quiséssemos entrar nos detalhes das diversas idéias de Deus na história dos povos.

Aqui porém est…

Invasão e resistência: Os 90 danos da derrota de Lampião no confronto com o povo de Mossoró - Parte I - Por José Mendes

Imagem
INVASÃO E RESISTÊNCIA - OS 90 ANOS DA DERROTA DE LAMPIÃO NO CONFRONTO COM O POVO DE MOSSORÓ - LAMPIÃO NO RIO GRANDE DO NORTE - PARTE I
Por José de Paiva Rebouças

Antes de pisar em Mossoró, o mais conhecido cangaceiro da história nordestina realizou uma peregrinação de mais de 200km, espalhando medo, terror e sangue. Mas talvez ele não tivesse vindo se não fosse o ataque de Massilon a Apodi, uma parte da história que poucos conhecem ou dão atenção.

Para a maioria dos pesquisadores, o grande incentivador do ataque de Lampião a Mossoró, em 13 de junho de 1927, foi Massilon Leite, capanga de coronéis da Paraíba que teve vida curta no cangaço.

Natural de Timbaúba dos Mocós-PB, segundo pesquisa de Honório de Medeiros esta figura emblemática do cangaço da década de 1920 viveu em Cacimba de Areias, em Patos/PB, depois do Sítio São Joaquim, em Pombal/PB,até, finalmente, chegar ao Sítio Japão, no município de Luiz Gomes/RN onde viveu até sumir do mapa.

Massilon ou Benevides como também é chamad…

Noni, uma fruta poderosa

Imagem
Noni: uma fruta poderosa
CONHEÇA O NONI E SEUS BENEFÍCIOS
Os curandeiros polinésios têm usado as frutas do noni por milhares de anos para ajudar no tratamento de diabetes, hipertensão, artrite e envelhecimento. Os manuscritos de cura antigos mencionam a fruta como um ingrediente principal em preparações medicinais naturais. Hoje, as preparações da fruta são vendidas como suco, na forma de frutas secas e como um extraio seco em cápsulas. Patentes destes produtos podem ser encontradas nos Estados Unidos, incluindo patentes de processamento da fruta para o pó, e para a xeronina, um alcalóide isolado para usos medicinais, alimentares e industriais; A venda do noni processado já chegou ao Brasil através de redes de distribuição porta a porta.
Benefícios
Por causa dos muitos benefícios do noni para a saúde, Morinda citrifolia ou simplesmente o noni ganhou popularidade em todo o mundo como uma possível cura para tudo. Numerosos estudos sobre este, branco, batata ceroso irregular demonstraram…

ABARÁ

Abará

INGREDIENTES

500 g de feijão fradinho
6 folhas médias de bananeira cortadas em pedaços de 10 x 20 cm
2 cebolas grandes cortadas em pedaços
250 g de camarão seco defumado, sem casca
1 colher de chá de gengibre ralado
1/4 de xícara de azeite de dendê

MODO DE PREPARO

Passe o feijão-fradinho pelo processador ou pelo liquidificador até ficar bem quebrado
Coloque de molho na água de um dia para o outro
Retire as cascas que subirem à superfície
Passe em água corrente e escorra
Reserve
Cozinhe a folha de bananeira no vapor por 4 minutos ou até começar a murchar
Bata o feijão, a cebola, o camarão e o gengibre no processador, até ficar uma massa homogênea
Junte o azeite-de-dendê e misture bem
Enxugue bem as folhas e em cada uma coloque uma colher da mistura preparada
Numa das pontas, sobreponha um lado da folha sobre o outro
Dobre as laterais para o centro, como uma flecha
Dobre para baixo
Repita a operação com a outra extremidade
Cozinha os abarás no vapor por 30 minutos ou até aumentar …

A OUTRA FACE ( AUTOR DESCONHECIDO)

*A OUTRA FACE 🌝*


A biblioteca do mosteiro é encantadora. Uma enorme variedade de títulos em um ambiente de silêncio e conforto, além da vista espetacular das montanhas permitida por suas enormes janelas, em estimulante convite à reflexão. Ali era comum encontrar o Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo da Ordem, nos finais de tarde, sentado em uma das poltronas, com os olhos perdidos entre letras e paisagem. Lembro de certa vez, ainda nos meus dias de iniciação, que me aproximei e, ávido por conhecimento, pedi a ele uma relação de livros para aprofundar os meus estudos. Ele me observou com bondade e disse: “Comece por ler qualquer dos livros, o importante é iniciar. Aos poucos o seu próprio interesse vai direcionar a leitura na medida da sua necessidade”. Argumentei que a explicação era falha, pois não poderia deixar ao acaso o direcionamento dos meus estudos. O monge arqueou os lábios em leve sorriso e falou: “O acaso não existe. O importante é que você esteja por…

SOLSTÍCIO DE INVERNO

Imagem

O endiabrado cangaceiro Serrote- Por José Mendes ( blogueiro)

Imagem
Uma rara fotografia da prisão do endiabrado Cangaceiro Serrote. Um  malfeitor que andou no bando de Antônio Silvino!

Um Cabra Complicado Até Para Outros Cangaceiros
Seu nome era José Maria de Oliveira, sua alcunha Serrote e teria nascido em algum local na Paraíba. Era conhecido por já ter praticado diversos crimes, entre estes assassinatos. Sempre agindo com requintada malvadeza na região do interior do estado onde nasceu. Ele foi descrito pelos jornais da época como tendo “estatura regular, preto, cabelos carapinhos, olhos grandes, nariz chato, orelhas grandes, pés e mãos pequenas, dentadura perfeita”.
Serrote foi também o acusado de ter estuprado a prostituta Amélia Mendes da Silva com requintes de crueldade e selvageria.

Fonte: Tokdahistoria,  Rostand Mediros

Pai, " tou" com fome!

Imagem
PAI, TÔ COM FOME!

Vale a pena ler!!!!

Ricardinho não agüentou o cheiro bom do pão e falou:
- Pai, tô com fome!!!
O pai, Agenor , sem ter um tostão no bolso, caminhando desde muito cedo em busca de um trabalho, olha com os olhos marejados para o filho e pede mais um pouco de paciência....

- Mas pai, desde ontem não comemos nada, eu tô com muita fome, pai!!!
Envergonhado, triste e humilhado em seu coração de pai, Agenor pede para o filho aguardar na calçada enquanto entra na padaria a sua frente...
Ao entrar dirige-se a um homem no balcão:

- Meu senhor, estou com meu filho de apenas 6 anos na porta, com muita fome, não tenho nenhum tostão, pois sai cedo para buscar um emprego e nada encontrei, eu lhe peço que em nome de Jesus me forneça um pão para que eu possa matar a fome desse menino, em troca posso varrer o chão de seu estabelecimento, lavar os pratos e copos, ou outro serviço que o senhor precisar!!!

Amaro , o dono da padaria estranha aquele homem de semblante calmo e sofrido, pedi…