Seja bem-vindo. Hoje é

Tabela de cores



TABELA DE CORES
As cores abaixo são formadas partindo das cores básicas, azul, amarelo, vermelho e verde, com branco ou preto. Dessas misturas ainda podemos formar novas cores. estas sugestões abaixo são feitas meio a meio.
Amarelo + branco = Pérola
Amarelo + Marrom = Ocre
Amarelo + preto = Verde abacate
Amarelo + verde =Amarelo limão
Azul + amarelo = Verde escuro
Azul + branco = Azul claro
Azul + preto = Azul marinho
Azul + vermelho = violeta
Azul claro + cinza = Azul pastel
Azul claro + verde = Azul piscina
Bege + Marrom = Pele escura.
Bege + pérola =Pele clara
Laranja + vermelho =Maravilha
Marrom + branco = Bege
Marrom + laranja ==Terra
Preto + azul + amarelo = Verde musgo
Preto + branco = Cinza
Rosa + amarelo = Salmão
Roxo + branco = Violeta
Violeta + branco = Lilás
Verde abacate + vermelho = Marrom
Violeta + branco = Lilás
Nestas próximas cores procure utilizar a mesma medida, pode ser copinhos de remédio q tem até 10 ml, seringas, ou outro recipiente q achar mais adequado. Por exemplo usando um copinho de café: coloco 5 copinhos de azul, e um copinho de verde. Sempre usando as medidas iguais para cores diferentes.
5 azul + 1 verde= azul marinho
1 vermelho + 3 azul= azul escuro
4 azul + 1 verde= azul turqueza
1 vermelho + 2 azul= violeta
4 amarelo+ 3 vermelho + 4 azul= marrom
4 amarelo + 4 azul + 6 vermelho= marrom telha
2 amarelo + 5 verde= verde folha
3 amarelo + 1 verde= verde limão
1 amarelo + 4 verde= verde pistache
2 vermelho + 3 amarelo= laranja
1 vermelho + 2 amarelo= pêssego
3 branco + 1/2 vermelho + 1 amarelo= salmão ou flamingo + corante marrom
6 vermelho + 3 amarelo= morango
2 preto + 3 branco= cinza
2 preto + 2 branco + 1 azul= cinza chumbo
6 amarelo + 3 vermelho + 4 azul= castanho claro
4 amarelo + 2 laranja= açafrão
3 azul + 2 roseo ou roxo= ultramar
3 vermelho + 2 azul= grená
1/4 preto + 1/2 vermelho + 1 amarelo + 3 branco= cor de pele
amarelo canário + vermelho cardinal= goiaba

A vida é uma dança

*A Vida é uma Dança*

Quando uma porta se fecha, outra se abre; quando um caminho termina, outro começa. Nada é estático no Universo, tudo se move sem parar e tudo se transforma sempre para melhor.
Habitue-se a pensar desta forma: tudo que chega é bom, tudo que parte também.
É a dança da vida. Dance-a da forma como ela se apresentar, sem apego ou resistência.
Não se apavore com as doenças. Elas são despertadores, têm a missão de nos acordar.
De outra forma, permaneceríamos distraídos com as seduções do mundo material, esquecidos do que viemos  fazer neste planeta.
O universo nos mandou aqui para coisas mais importantes do que comer, dormir, pagar contas.
Viemos para realizar o Divino em nós.
Toda inércia é um desserviço à obra divina.
Há um mundo a ser transformado, seu papel é contribuir para deixá-lo melhor do que você o encontrou. Recursos para isso você tem, só falta a vontade de servir a Deus servindo aos homens.
Não diga que as pessoas são difíceis e que convivência entre seres humanos é impossível.
Todos estão se esforçando para cumprir bem a missão que lhes foi confiada.
Se você já anda mais firme, tenha paciência com os seus companheiros de jornada.
Embora os caminhos sejam diferentes, estamos todos seguindo na mesma direção, em busca da mesma luz.
E sempre que a impaciência ameaçar a sua boa vontade com o caminhar de um semelhante, faça o exercício da compaixão.
Ele vai ajudá-lo a perceber que na verdade ninguém está atrapalhando o seu caminho nem querendo lhe fazer nenhum mal, está apenas tentando ser feliz, assim como você.
Quando nos colocamos no lugar do outro, algo muito mágico acontece dentro de nós: o coração se abre, a generosidade se instala dentro dele e nasce a partir daí uma enorme compreensão acerca do propósito maior da existência, que é a prática do AMOR. Quando olhamos uma pessoa com os olhos do coração, percebemos o parentesco de nossas almas.
Somos uma só energia, juntos formamos um imenso tecido de luz.
Estamos interligados a essa luz  que nos conectam ao Criador da vida.
A minha tristeza contamina o bem-estar do meu vizinho, assim como a minha alegria entusiasma alguém do outro lado do mundo.
É impossível ferir alguém sem ser ferido também, lembre-se disso.
O exercício diário da compaixão faz de nós seres humanos de primeira  classe.

             Autor desconhecido

Óleo de pequi

OLEO DE PEQUI previne aparecimento de câncer no fígado


Óleo do pequi promoveu a regressão das lesões até a aparência de um fígado normal

O óleo de pequi (Caryocar brasiliense Camb) é capaz de reduzir lesões pré-neoplásicas (que antecedem o câncer) em até 51%, como mostraram testes realizados com camundongos na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP. Os resultados destes experimentos estão descritos no artigo Chemopreventive effects of pequi oil (Caryocar brasiliense Camb.) on preneoplastic lesions in a mouse model of hepatocarcinogenesis recentemente veiculado na revista European Journal of Cancer Prevention.

De acordo com o professor Francisco Javier Hernandez Blazquez, do Laboratório de Estereologia Estocástica e Anatomia Química da FMVZ, além das reduções, o óleo do pequi conseguiu promover a regressão das lesões até a aparência de um fígado normal. Os testes foram realizados em animais onde o processo canceroso foi induzido. Os camundongos que, ao mesmo tempo, foram tratados com o óleo de pequi por via oral apresentaram menos lesões, sendo que muitas estavam em processo de reversão, conta Hernandez Blazquez. A pesquisa teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Ele descreve que os resultados vêm comprovar os efeitos benéficos deste fruto nativo do cerrado brasileiro. O extrato do óleo do pequi possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidante e anticâncer, entre outros. “O que nos levou a investigar os efeitos do óleo no tratamento do câncer de fígado foram os resultados obtidos em estudos realizados pelo professor César K. Grisólia, na Universidade de Brasília”, conta Hernandez Blazquez. “Em seus estudos foram comprovadas reduções de lesões em tecidos de atletas, causadas por estresse oxidativo , entre os que consumiram este óleo rico em carotenoides”, descreve o cientista, ressaltando que o óleo de pequi já pode ser encontrado em capsulas.

Vias metabólicas
Mesmo com a comprovação dos efeitos positivos do óleo, os cientistas agora empreenderão estudos no sentido de conhecer as vias metabólicas pelas quais o óleo atua. “Tais resultados poderão nos permitir investigar os efeitos do óleo no câncer já estabelecido”, antecipa Simone Morais Palmeira, doutoranda do laboratório e que também assina o artigo recém-publicado.

Os estudos com o óleo de pequi acontecem desde 2012, quando a pesquisadora investigou tais efeitos em seu mestrado na FMVZ e utilizou a estereologia para avaliar o tamanho das lesões pré-cancerosas.

A estereologia é uma ciência que possibilita medir lesões teciduais por meio de cálculos estatísticos e matemáticos espaciais levando em conta altura, largura e profundidade (3D), além da quarta dimensão, o tempo (4D). A vantagem em relação à morfometria (análise em duas dimensões – altura e largura) é a grande acurácia e o fato de estimar o número e o volume total das lesões (entre outros). Já a morfometria mede apenas os contornos (perfis) das partículas analisadas.

Fruto rico
O pequi, nativo do cerrado, é bastante consumido em estados como Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Trata-se de um fruto rico que contém proteínas, fibras alimentares , vitaminas, minerais e substâncias não nutritivas, como os carotenoides, que são conhecidos como antioxidantes. “O pequi tem fontes de vitaminas A e C, além das gorduras com efeito antioxidante. Todas estas substâncias agindo em conjunto potencializam o efeito do óleo”, descreve Simone Palmeira.

Foto: José Antônio da Silva / Revista Biotecnologia

Sobre os felizes _ Por Socorro Acioli

"Sobre os felizes"

Existem pessoas admiráveis andando em passos firmes sobre a face da Terra. Grandes homens, grandes mulheres, sujeitos exemplares que superam toda desesperança. Tenho a sorte de conhecer vários deles, de ter muitos como amigos e costumo observar suas ações com dedicada atenção. Tento compreender como conseguem levar a vida de maneira tão superior à maioria, busco onde está o mistério, tento ler seus gestos e aprendo muito com eles.

De tanto observar, consegui descobrir alguns pontos em comum entre todos e o que mais me impressiona é que são felizes. A felicidade, essa meta por vezes impossível, é parte deles, está intrínseco. Vivem um dia após o outro desfrutando de uma alegria genuína, leve, discreta, plantada na alma como uma árvore de raízes que força nenhuma consegue arrancar.

Dos felizes que conheço, nenhum leva uma vida perfeita. Não são famosos. Nenhum é milionário, alguns vivem com muito pouco, inclusive. Nenhum tem saúde impecável, ou uma família sem problemas. Todos enfrentam e enfrentaram dissabores de várias ordens. Mas continuam discretamente felizes.

O primeiro hábito que eles tem em comum é a generosidade. Mais que isso: eles tem prazer em ajudar, dividir, doar. Ajudam com um sorriso imenso no rosto, com desejo verdadeiro e sentem-se bem o suficiente para nunca relembrar ou cobrar o que foi feito e jamais pedir algo em troca.

Os felizes costumam oferecer ajuda antes que se peça. Ficam inquietos com a dor do outro, querem colaborar de alguma maneira. São sensíveis e identificam as necessidades alheias mesmo antes de receber qualquer pedido. Os felizes, sobretudo, doam o próprio tempo, suas horas de vida, às vezes dividem o que tem, mesmo quando é muito pouco.

Eu também observo os infelizes e já fiz a contraprova: eles costumam ser egoístas. Negam qualquer pequeno favor. Reagem com irritação ao mínimo pedido. Quando fazem, não perdem a oportunidade de relembrar, quase cobram medalhas e passam o recibo. Não gostam de ter a rotina perturbada por solicitações dos outros. Se fazem uma bondade qualqu

O segundo hábito notável dos felizes é a capacidade de explodir de alegria com o êxito dos outros. Os felizes vibram tanto com o sorriso alheio que parece um contágio. Eles costumam dizer: estou tão contente como se fosse comigo. Talvez seja um segredo de felicidade, até porque os infelizes fazem o contrário. Tratam rapidamente de encontrar um defeito no júbilo do outro, ou de ignorar a boa nova que acabaram de ouvir. E seguem infelizes.

O terceiro hábito dos felizes é saber aceitar. Principalmente aceitar o outro, com todas as suas imperfeições. Sabem ouvir sem julgar. Sabem opinar sem diminuir e sabem a hora de calar. Sobretudo, sabem rir do jeito de ser de seus amigos. Sorrir é uma forma sublime de dizer: amo você e todas as suas pequenas loucuras.

Escrevo essa crônica, grato e emocionado, relembrando o rosto dos homens e mulheres sublimes que passaram e que estão na minha vida, entoando seus nomes com a devoção de quem reza. Ainda não sou um dos felizes, mas sigo tentando. Sigo buscando aprender com eles a acender a luz genuína e perene de alegria na alma. Sigamos os felizes, pois eles sabem o caminho...

(Autor: Socorro Acioli - Escritora, 15/09/2015)

Detox _ Texto de Ruth Manu

"Detox vem da ideia de desintoxicar, tirar do corpo tudo o que não lhe faz bem.
Não adianta comer chia toda manhã se a gente odeia o emprego e já sai de casa com vontade de voltar.
Não dá para achar que o corpo vai estar puro se você não acredita no que faz e passa mais de 40 horas da semana ruminando tarefas infelizes.
Não adianta beber 3 litros de água por dia quando se está num relacionamento que afundou.
Não adianta colocar linhaça nas receitas quando só se reclama da vida, dos outros, do país, do calor, da chuva, do trânsito.
É ilusão achar que a mudança vem de fora para dentro.
Detox de gente ruim.
Detox de maus hábitos.
Detox de relações doentes.
Detox de pessimistas.
Detox de medo de mudar.
Detox de sentimentos pobres.
Detox de vícios.
Detox de superficialidade.
E pra fazer detox na vida é preciso coragem.
Coragem para mudar, para arriscar, para romper, para fechar ciclos. "
É bem por aí. Um exercício diário em busca do que nos faz bem.
texto: Ruth Manu

QUANDO MENOS SE ESPERA, AS COISAS BOAS VÊM - POR LUIZA FLETCHER




QUANDO MENOS SE ESPERA, AS COISAS BOAS VÊM...

De repente, e sem que você saiba exatamente como, o universo parece usar seus dedos artesãos para trazer o que você espera, o que, sem dúvida você merece e sua própria esperança tinha dado com perdido.

Porque não? Alguns chamam isso de sorte, outros de projetos, alguns poucos falam sobre Lei da Atração, mas realmente … Quem pode negar que o seu esforço, dedicação e vontade teceram sua própria corda para que no fim de tudo você possa encontrar o que espera?

“As coisas boas vêm para aqueles que esperam. É o destino, a oportunidade e a força interior de uma pessoa para trazer as coisas maravilhosas que a vida nos dá.”

Se você é uma pessoa que normalmente vê com grande ceticismo que ” as coisas boas vêm inesperadamente se você puder esperar,” vale a pena pensar sobre essas coisas simples. Mágica, sorte, providência e as coisas belas da vida estão em várias esquinas da vida. Você apenas tem que saber encontrá-las, recorrer ao caminho com uma mente aberta e coração disposto.

A sorte e a chegada das coisas boas se devem a uma coisa: acreditar em si mesmo

Simples assim: as coisas boas e âncora da sorte só atingem o porto de quem é capaz de acreditar em si mesmo fazer com que certas situações aconteçam.

“Para finalmente chegar a nossas vidas tudo aquilo que anisiamos, é necessário mais do que um desejo. Devemos pensar: pensamento infunde emoção e força de vontade, e é aí que a confiança em si mesmo e em suas possibilidades, funcionam como fatores essenciais para a mudança.”

Como você pode imaginar, há um pouco de magia nestes conceitos. Também não é uma idéia tirada à força de manuais de auto-ajuda que vendem um slogan vazio.

Crença em si mesmo move montanhas, e é a nossa força da vida verdadeira. Será que você tem? Nós te convidamos a implementar estas dicas simples para deixar as coisas boas virem em sua vida com a sutileza de quem finalmente vê o amanhecer em sua vida.

Saia de sua rotina, isso favorece pequenas mudanças diárias

Nós sabemos. Sabemos que você passa muitas horas longe de casa cumprindo um cronograma de trabalho, e que os dias te exigem mais obrigações do que prazeres. Você se preocupa com a sua família e sabe que cada esforço é necessário.

Podemos continuar a satisfazer os nossos horários, mas focando em coisas diferentes.Permita-se algo a cada dia, não importa quão pequeno: café em um novo local, um pequeno presente para seus entes queridos depois do trabalho, ir para casa por outro caminho.

Qualquer mudança na rotina é um estímulo para o nosso cérebro. Um estímulo é um reforço positivo, e reforço positivo traz emoção. Isso já é uma mudança, é uma outra maneira de mudar sua rotina.

Acenda seus sonhos todos os dia e não deixe que nada os apague

Quem para de sonhar morre um pouco a cada dia, então feche os olhos e abra sua mente. Permita-se sonhar com o que quer, liberte-se um pouco a cada dia, mesmo em seu pensamento.

Cada sonho acende um motor dentro de nós, até que, pouco a pouco, vão nos crescer “asas”. Toda a esperança será transformada em um propósito, e o propósito em vontade.No entanto, nunca se esqueça que ao redor sempre haverá algum especialista em consumir sonhos e vontades.Estas são pessoas que nos enchem de suas nuvens habituais de palavras inúteis … Não as escute.

Quem pode mudar seus pensamentos pode mudar seu destino

As coisas boas às vezes podem ser alcançadas por um ato puramente ocasional; tudo é possível. No entanto, sempre será mais provável de acontecer se fizermos a nossa parte, se nós formos verdadeiros arquitetos de nossos sonhos.

“Se você for capaz de mudar o foco de seus pensamentos, especialmente aqueles que limitam e são negativos, estará dando um passo para alcançar o destino tão esperado. E se o destino o levar a uma encruzilhada … Respire, você deve decidir em que direção irá continuar sua vida.”

Estamos conscientes de que não é fácil mudar o foco de nossos pensamentos:

Pensamentos são moldados por nossas experiências passadas, lembranças do passado, falhas que não queremos repetir.

Muitos de nossos pensamentos estão limitados pela indecisão, pela crença em ocasiões limitantes.Nós pensamos que as mudanças não são boas, quesó trazem coisas perigosas e é melhor “contiuarmos onde estamos.”

Estes são exemplos de pensamentos limitantes que requerem reestruturação cognitiva. E como faremos isso? Como podemos mudar nossos pensamentos?

Acredite que você merece. Que chegou o momento de dar prioridade a si mesmo e ser a estrela da sua vida, e não é um simples ator na sombra dos outros. Sonhe todos os dias e faça pequenas mudanças. Ou grandes mudanças. As coisas boas vêm para aqueles que esperam. Não duvide disso.

LUIZA FLETCHER

O valioso tempo dos maduros - Texto de Mário de Andrade

O valioso tempo dos maduros’, de Mário de Andrade:
“Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora. 
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas. 
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo
que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados. 
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis,
para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral. 
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena. 
E para mim, basta o essencial!"

Mário de Andrade
Para nós que já temos mais passado do que futuro.