Postagens

Teoria do Medalhão - Conto de Machado de Assis

Imagem
Teoria do medalhãoDIÁLOGO— Estás com sono?— Não, senhor.— Nem eu; conversemos um pouco. Abre a janela. Que horas são?— Onze.— Saiu o último conviva do nosso modesto jantar. Com que, meu peralta,chegaste aos teus vinte e um anos. Há vinte e um anos, no dia 5 de agosto de1854, vinhas tu à luz, um pirralho de nada, e estás homem, longos bigodes, algunsnamoros...— Papai...— Não te ponhas com denguices, e falemos como dois amigos sérios. Fechaaquela porta; vou dizer-te coisas importantes. Senta-te e conversemos. Vinte eum anos, algumas apólices, um diploma, podes entrar no parlamento, namagistratura, na imprensa, na lavoura, na indústria, no comércio, nas letras ounas artes. Há infinitas carreiras diante de ti. Vinte e um anos, meu rapaz, formamapenas a primeira sílaba do nosso destino. Os mesmos Pitt e Napoleão, apesar deprecoces, não foram tudo aos vinte e um anos. Mas, qualquer que seja a profissãoda tua escolha, o meu desejo é que te faças grande e ilustre, ou pelo menosnotável, que te…

Cuscuz de frango da vovó

Imagem

MANÉ PÉ DE QUENGA. -POR MUNDIM DO VALE

CAUSOS LÁ DE NÓS - Por Mundim do Vale.
MANÉ PÉ DE QUENGA.
Certa vez chegou um cidadão do sítio Charneca, no cartório de Várzea Alegre, dizendo que queria falar com o juiz Santiago Vasques Filho. O seu nome era Manoel, mas ele era mais conhecido na cidade pelo apelido de Mané Pé de Quenga.  O juiz mandou que ele entrasse e Manoel sem ter nem o cuidado de tirar o chapéu, foi logo falando: - Seu dotô juiz. Eu vim aqui pidi um consei o sinhô, pruquê eu já não sei mais o qui fazê. O siguinte é esse; Eu tem três fia, mais chegô lá na Charneca um vaquêro das banda da Unha de Gato e cumeçô um chamêgo cum a mais véa, adispois imbuchô ela e arribô no ôco do mundo. O minino qui naceu é eu qui tô criando. Cum pôco tempo chegô lá um soldadô de panela e cumeçô cum arrudei pru lado da ôta fia do mei e imbuchou tombém. Já tem dois neto prumode eu sustentá. E pra compretá o dirmantêlo o disgraçado do vaquêro tornô e já anda prisiguindo a caçula qui só tem doze ano. O juiz perguntou: - Eu posso fazer …

INSS divulga calendário de pagamentos de 2018

Imagem
Aposentados podem programar orçamento e conferir quando vão receber benefícios no ano que vem

DIÁRIO DE S. PAULO - Dmingo / 19 DE Novembro  2017

Frase do Dia

O correr da vida embrulha tudo.A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e afrouxa, sossega e depois desinquieta.O que ela quer de nós é coragem —                                     Guimarães Rosa

Memórias: Juca Kfouri revê em livro 50 anos de carreira

Imagem
Juca revê emlivro 50 anosde carreiraUm dos maiores jornalistas da imprensa esportiva brasileira, Juca Kfouri, ao longo de quase 50 anos, foi testemunha privilegiada dos momentos mais importantes do esporte, política e cultura do país. Parte das histórias que ele coleciona ao longo da carreira chega ao público em“Confesso que Perdi”, seu livro de memórias. A obra aborda desde os tempos de estudante de ciências sociais na USP, na luta contra a ditadura militar, atéosdesafioscomodiretor das revistas “Placar” e “Playboy”, e das coberturas de Copas e Olimpíadas.O Juca corintiano ganha uma atenção especial no livro. Torcedor fanático, Kfouri relembra passagensmemoráveis do alvinegro. Sua proximidade comSócrates e Pelé também são abordadas. Olivro ainda temhistórias dos bastidores de sua cruzada contra cartolas corruptos e passagens na política, comonacampanha pelas Diretas Já e na relação com presidentes do Brasil. “Confesso que Perdi” éum relato sincero de umjornalista que não se envergonha de suas batalhas perdidas na tentati…

Home Vídeo: Sucesso do terro, "IT" chega ao Brasil em janeiro

Imagem

Antepasto de pimentões

Imagem
Ingredientes 2 pimentões grandes (1 vermelho e 1 amarelo) 1 cebola grande 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico Cerca de 200ml de azeite extra virgem Sal a gosto Sirva com Pães e torradas Massas Saladas Modo de preparo 1 - Retire as sementes dos pimentões e corte o mesmo em fatias de 1 cm. Faça o mesmo com a cebola; 2 -Misture os pimentões e cebolas com o vinagre, o azeite e o sal em um tabuleiro grande; 3- Leve ao forno em temperatura média e coberto com papel alumínio por, aproximadamente, 1h; 4- Após esse tempo, retire o papel alumínio e volte ao forno por mais 1h e, a cada cinco minutos, misture os ingredientes até os pimentões e cebolas ficarem bem macios.

A grandeza de perdoar e pedir perdão - Por Pe. Marcelo Rossi

Imagem
Amados de Deus, um ótimo dia a todos! Hoje quero repartir com vocês lições libertadoras e ediicantes. Desde o início deste ano, temos abordado uma série de temas que nunca havíamos nos aprofundado anteriormente. Um deles tratava das armadilhas que o demônio coloca em nossas vidas para nos afastar de Deus e um dos sentimentos mais utilizado pelo mal é o orgulho, que nos leva a falta do perdão. Quando somos orgulhosos, criamos um isolamento do mundo e uma barreira que impede uma reaproximação. Quando estamos nervosos ou magoados, o inimigo se aproveita do nosso estado de espírito e coloca em nossas cabeças o orgulho, que cria diversas razões para que não sejamos capazes de perdoar quem nos magoou. A falta da capacidade de perdoar ou de pedir perdão está longe dos preceitos de Deus para nossas vidas, portanto, quando você é orgulhoso, involuntariamente você se afasta de Deus. “Devemos perdoar sempre, lembrando que nós mesmos precisamos de perdão e precisamos ser perdoados com mais frequência do que perdoamos”. Es…

Rogério 157 cumprirá pena em Mossoró

Imagem
Presídio Federal de Mossoró à espera do chefe do tráfico da Rocinha  Direção da unidade potiguar anunciou que há vaga disponível para Rogério 157 preso na quarta. Depois de Fernandinho Bei-ra-Mar e Marcinho VP, mais uma ‘personalidade’ do crime deverá desembarcar, em breve, no Presídio Federal de Mossoró: o chefe do trá-fico de drogas na Rocinha, Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157.Segundo fontes do jornal Agora RN, a cúpula da Segurança Pública do Rio de Janeiro sondou, além de Mossoró, outro presídio, no Paraná (Catanduva). Em contato com a unidade federal em solo potiguar, houve a confirmação da disponibilidade da vaga.O traficante, que vinha causando problemas há mais de dez anos à Cidade Maravilhosa, foi preso nessa quarta-feira, na Favela do Arará. Atualmente, Rogério 157 está preso no presídio de Bangu 1. Caso a solicitação do secretário do Rio, Roberto Sá seja acatada pelo Ministério da Justiça, Rogério deverá sair do estado a qualquer momento, de forma sigilosa e com forte …